Coca-cola, a gigante e pioneira no mundo dos refrigerantes, mostra, novamente, o quanto o seu cuore pode ser adaptável aos regionalismos desse mundo. Com um marketing assertivo e disposto a calcar seu branding nos lugares mais inimagináveis, lançou agora a “coca-cola bag”.

Não, não estou falando da linha Coca-cola Clothing (PFV!).

A questão é simples: nos países pobres da América Central (e quase todos o são) as pessoas não podem pagar pelos frascos de vidro retornáveis nos quais a empresa sempre envasou seu produto. Assim sendo, as pessoas despejavam os conteúdos dos vasilhames em sacos plásticos e bebiam. Obviamente, você pode se perguntar: mas e as garrafinhas PET ou as latinhas?! Gente, os vasilhames retornáveis são a opção mais barata do mercado; se a pessoa não pode comprá-los (porque acha caro), não tem acesso as outras duas opções também.

Bem mais que um problema de “custos”, para a Coca-cola e seus executivos, esse “desenvase” significa a descaracterização do produto em si: para quem já estudou um pouquinho que seja da marca sabe bem que aquele modelo da garrafa é patenteado e “parte integrante” do conceito original da coca-cola. Então, para resolver esse impasse de branding, a coca-cola criou, especialmente para esses países, a coca-cola bag, que nada mais é que um saquinho no formato da garrafa original e com o nome de produto em destaque. No comercial abaixo (que foi veiculado para toda América Central) você entende o que aconteceu:

Obviamente que é uma imposição de branding considerável e vencedora (uma vez que adaptou-se fielmente à necessidade dos consumidores afim de não descaracterizar a marca) mas…. qual é custo?!

Para a Coca-cola foi uma jogada de mestre que – NÃO DUVIDE – vai fazer o produto deles ficar mais barato que água e… VENDER AINDA MAIS. A propaganda atrela a marca à todas as faixas etárias e até a esportistas locais. Se o ponto crucial é fazer a bag virar umas espécie de PDV ambulante e acessível, funcionou. Porém, sabe-se que são estratégias como essas que fazem as pessoas aderirem ao vício (sim, VÍCIO!) dessa bebida que tem, em um copo de 500ml, uma média de 10 colheres de chá de açúcar  (100% da recomendação diária), além de substâncias comprovadamente cancerígenas se ingeridas em altas quantidades, como o corante de caramelo e é uma das principais causas de hemodiálise em adultos.

Eles são geniais, só falta melhorar o produto.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s