“Journal de France” é o título da última obra de Raymond Depardon, apresentada em Cannes. E é um verdadeiro “diário da França” que o Festival Varilux propõe ao público brasileiro, em nova edição mais ambiciosa do que nunca, com 17 filmes em mais de 45 cinemas por 33 cidades de todo o país, de Porto Alegre a Belém. Esse recorde faz do Varilux o maior festival do Brasil em termos de número de cinemas e deverá consolidar o sucesso da edição 2011, que ultrapassou 45 mil espectadores!

Uma curiosidade, Depardon, símbolo do cinema de autor na França, foi escolhido pelo novo presidente, François Hollande, para fazer seu retrato oficial… Uma prova a mais do destaque que a França confere à cultura e ao cinema. E o cinema retribuiu à altura, pois está em ótima forma: O artista levou o Oscar 2012 do melhor filme, a produção cinematográfica atingiu um recorde no ano passado – com 272 longas-metragens e os franceses estão mais presentes do que nunca nas salas escuras, com 216 milhões de
entradas em 2011 – o melhor resultado desde 1966! -, dentre as quais 90 milhões para filmes franceses (41% de cota do mercado).
À frente dessa euforia, aparece Intocáveis, filme de abertura do festival, que reuniu 19 milhões de espectadores na França e mais de 20 milhões no resto do mundo! Verdadeiro fenômeno que, esperamos, continuará aqui, pois este será o maior lançamento de um filme francês no Brasil em 2012. O público brasileiro deverá aderir: citando o crítico Olivier Beuvelet, “Intocáveis pertence a uma veia cômica que repousa no mesmo tipo de funcionamento que o Carnaval quando, durante um momento festivo, os valores são infringidos, as hierarquias são invertidas e os ídolos são queimados…”
Haverá para todo mundo e para todos os gostos neste novo Varilux : entre comédias, dramas e thrillers, o festival contará ainda com um mito da cultura popular da França nos anos 1970 (o ídolo Claude François, apelidado Cloclo, com My way, o mito além da música), um clássico da literatura, La fille du puisatier, de Marcel Pagnol (A filha do pai); falará do nascimento (Um evento feliz); da infância maltratada (com o abalador Políssia, primeirofilme de Maïwenn, Prêmio do Júri em Cannes); da morte (que não é triste na comédia Adeus Berthe ou o enterro da vovó); da religião (muito presente neste festival com Uma garrafa
no mar de Gaza, Aliyah, Aqui embaixo, O monge); da crise (A vida vai melhorar) e do amor (A arte de amar)… As crianças não ficarão de fora, já que o jovem público brasileiro poderá descobrir as aventuras tumultuosas de um dos heróis preferidos das crianças francesas, o endiabrado Titeuf! E teremos até direito a uma visita de Woody Allen como convidado estrela em Paris-Manhattan!
O Festival 2012 também será uma vitrine da diversidade cultural presente no cinema francês, especialmente aberto às coproduções e aos cineastas estrangeiros: teremos a chance de conhecer as últimas realizações da cineasta e atriz libanesa Nadine Labaki, com E agora, aonde vamos?, e do senegalês Moussa Touré, com O barco da esperança, filme sobre a tragédia dos jovens africanos que emigram para a Europa arriscando suas vidas, que emocionou o público no último festival de Cannes.
Aliás é com o interesse de contribuir para aproximar as coproduções audiovisuais entre a França e o Brasil, que o Festival Varilux está bastante feliz em lançar este ano a Primeira Oficina Franco-Brasileira de Roteiros Audiovisuais, em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, Riofilme, a ABPI-TV e o Conservatório Europeu de Escritura Audiovisual, coordenada pelo “quase brasileiro” François Sauvagnargues, novo delegado geral do Festival Internacional de Programas Audiovisuais (FIPA) de Biarritz.
O sucesso e o crescimento do Festival Varilux de Cinema Francês não seriam possíveis sem a participação dos inúmeros parceiros que nos honram a cada ano renovando sua confiança. Gostaríamos de agradecer especialmente à Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, ao Ministério da Cultura, à Essilor-Varilux, à Allianz Seguros, à GEFCO, à L’Oréal, à rede de Alianças Francesas, aos distribuidores dos filmes, aos donos das salas, à maravilhosa equipe da Bonfilm e a todos os parceiros do Festival.
A todos, merci, bons filmes e bom festival!
Christian Boudier Bonfilm – curador
Confira a programação de filmes no Brasil:

4 responses »

  1. […] Fedd by Frames – Festival Varilux de Cinema Francês 2012 […]

  2. […] Fedd by Frames – Festival Varilux de Cinema Francês 2012 […]

  3. […] Viva Tequila: Bora curtir? Feed by Frames – Festival Varilux de Cinema Francês 2012 Do Que Os Gays Gostam – Android é marca favotira de gays e lésbicas Bacon Frito – […]

  4. […] chuveiro, um amigo antigo e muito tesão acumulado Dica de Filme: Bluray / DVD “Os Vingadores” Festival Varilux de Cinema Francês 2012 Pérolas do Enem: Funções Nova vinheta […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s