Os tempos são caóticos.

Em tempos que tentamos dar passos à frente, nossa política regressa à tempos imemoriais querendo estabelecer um Estado Teocrático onde as diferenças tendem a ser eliminadas – não só por não serem discutidas, mas por serem execradas.

Desde 2011 o Deputado Jean Willys vem nos alertando sobre o problema que este ano tomou um vulto maior: sobre radicais religiosos dentro da política [link aqui] alterando clausulas fundamentais da nossa Constituição.

Abracei também [dentre tantas outras campanhas que já abraço] a hashtag #NãoMeRepresenta para tantos democratas que não nos representam – e não falo somente do deputado Feliciano, mas também de João Campos, Renan Calheiros, Palocci, Sarneys, etc.

Mas, voltando ao âmbito religioso, ontem circulou pela internet o vídeo dessa moça aqui embaixo que é negra e evangélica. As palavras dela são de uma consciência sã, de alguém que sabe qual é [ou ao menos seria] a posição da igreja na vida de alguém que se declara cristão. Os 12 minutos desse vídeo refletem as opiniões de uma pessoa que vive sua religião ao mesmo tempo que olha para o próximo.

Veja:

O nome dela é Jussara Oliveira. E está de parabéns!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s